sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Com Anselmo Parabá, setor cultural vive momento de ebulição em Tangará da Serra

Nos dois últimos anos Tangará da Serra vive uma verdadeira ebulição no setor cultural. Os investimentos aumentaram e o Centro Cultural passou a atender cerca de duas mil pessoas, principalmente crianças e adolescentes, com oficinas de música, teatro, dança, artes plásticas, artesanato, entre outras atividades. O espaço agora é dos artistas. Tudo se transformou depois que o músico Anselmo Parabá assumiu o comando do Departamento de Cultura.

Parabá veio de Cuiabá onde já desenvolvia trabalhos com o Instituto Mandala na área sociocultural. Aqui chegou de mansinho e conquistou espaço e confiança do setor. Em um ano reformou a área interna do Centro Cultural, a Biblioteca, a Sala de Memória e implantou um programa que deu vida ao espaço – mais de 2 mil atendimentos somente em 2015 nas oficinas artístico-culturais. 

A meta agora, para 2016 é implantar o Plano Municipal de Cultura, aprovado pela Câmara esta semana, reformar o anfiteatro, a parte externa do Centro Cultural e realizar uma série de eventos. Viva a Cultura! Viva a competência de Parabá!