sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Familiocracia: Licença de Saturnino da AL prejudica planos de lançar do filho Vander e do irmão Cristóvão

Vander (filho), Saturnino (pai/irmão), Cristóvão (irmão)
O governador Pedro Taques (PSDB) parece ter atropelado os planos do deputado estadual Saturnino Masson (PSDB) de manter a família no poder na região de Tangará da Serra. Foi de Taques a ideia de fazer um rodízio na AL que obrigou Masson a se licenciar até o final de maio. A estratégia beneficia aliados de Taques na baixada cuiabana, mas por aqui prejudica aliados de Masson.

Beneficiando o suplente Jajah Neves (PDT), que pretende se candidatar a prefeito de Várzea Grande em 2016, Saturnino Masson prejudica seu irmão Cristóvão Masson, prefeito de Nova Olímpia, que deverá buscar a reeleição e seu filho Vander Masson, presidente da Acits e aposta do PSDB para concorrer a Prefeitura de Tangará nesta eleição.

Em Nova Olímpia, Cristóvão parece meio perdido e sem o apoio parlamentar do irmão deverá ficar cada vez mais em ‘maus lençóis’. Por aqui, Vander anda um tanto quanto sumido e depende da imagem do pai deputado para alavancar sua pré-campanha.

São mais de quatro meses de licença, são 121 dias que podem custar caro para quem tem pretensões de fazer imagem e chegar bem visto no dia 1º de outubro.