quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016

Servidores dão prazo para Neto prestar contas dos últimos 7 anos do Sindicato

Mais de 230 servidores públicos de Tangará da Serra fizeram um abaixo-assinado e protocolaram nesta manhã na forma de requerimento junto ao presidente do Sindicato dos Servidores (Sserp), Antonio Garcia Neto, dando um prazo de 15 dias para que ele convoque uma assembleia extraordinária e apresente prestação de contas dos últimos 7 anos, período em que esteve a frente da diretoria do Sindicato.

O servidor Márcio Lopes esteve na sede do Sindicato, na Rua 26 e protocolou o documento. "Precisávamos de 155 assinaturas, conseguimos 230. Desde 2009 que o Neto não presta contas e este requerimento é para que ele dê explicações aos servidores", relatou.

Segundo Márcio, este foi o único meio encontrado para tentar forçar Neto a prestar contas. "Não dá para saber ao certo qual a arrecadação do Sindicato porque não é feita a prestação de contas, mas gira entre 300 e 400 mil reais por ano", contou. Somados os 7 anos o valor se aproxima de 2 milhões de reais arrecadados pelo Sindicato.

Márcio contou ainda que se Neto não convocar uma assembleia nos próximos 15 dias, os servidores farão a convocação e deverão pedir o afastamento do presidente do cargo.

Tentei falar com Neto, mas ele se negou a dar esclarecimentos.