segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Partido da Mulher nasce com adesão de 4 vereadores em Tangará

PMB nasce com a adesão dos vereadores Rogério Silva,
 Dona Neide, Romer Jponês e Wellington Bezerra
O PMB (Partido da Mulher Brasileira), do qual comentei aqui neste espaço recentemente a filiação do deputado federal Valtenir Pereira, nasce oficialmente em Tangará da Serra nesta segunda-feira com a adesão em peso de vereadores. Quatro parlamentares de 3 partidos diferentes já anunciaram que migrarão para a nova sigla, entre eles o presidente do Legislativo, Romer Japonês, que deixa o PR.

Quem também deixa o PR é o vereador Wellington Bezerra, que acompanhado de Dona Neide (Ex-PSD) e Rogério Silva (ex-PROS), aderem ao novo partido criado no final de setembro de 2015. Com isso, o PMB se torna o maior partido na Câmara Municipal de Tangará da Serra. Os quatro alegam ter mudado de partido em função de desgastes internos nas siglas que pertenciam. "Queremos ser ouvidos".

O intuito é acima de tudo chegar com o PMB forte em 2016 para participar das eleições municipais. A meta do partido é ser respeitado pelo volume físico que deverá representar. Agora, os membros de peso terão a missão de agregar novos filiados tornando o PMB não apenas um aglomerado de meia-dúzia e sim um partido de muita gente.