terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Vereadores respeitam 'louvores' do TCE e aprovam contas de Fábio e Zé Pequeno

Zé Pequeno e Fábio Junqueira (Gestores de Tangará em 2014)
Os vereadores seguiram o parecer prévio do TCE e aprovaram por unanimidade as contas de Governo de Fábio Junqueira e Zé Pequeno (PMDB e PT) referentes ao ano de 2014. O TCE já havia aprovado as mesmas contas com louvores e elogios e recomendado que a Câmara fizesse o mesmo. A votação foi rápida, assim como a tramitação. O próprio presidente da Câmara, Romer Japonês, do PMB, pediu agilidade à Comissão de Finanças e Orçamento que levou apenas 6 dias para emitir parecer favorável. 

O relator das Contas, Professor Vagner, do PSDB, destacou que houve melhoria em vários setores da administração por isso da aprovação sem restrição ou apontamento. Junqueira foi ao Legislativo pessoalmente acompanhar a votação. “Estou satisfeito, é o resultado de uma série de medidas que adotamos, eu e o Zé”, disse.

Entre os destaques para ter as contas aprovadas vale frisar que Fábio cumpriu o que manda a Constituição ao aplicar 26,81% do Orçamento de 2014 em Educação e 27% em Saúde e melhorar os indicadores de gestão fiscal e de transparência. "Pulamos de uma posição 110 para a 36ª cidade com melhor gestão fiscal do estado, nos tornamos a 7ª melhor avaliada em transparência, acho que é a isso que se deve a aprovação das nossas contas no TCE e aqui, minhas e do Zé por 6 meses", disse, lembrando do vice-prefeito Zé Pequeno, que ocupou o cargo por um período quando Fábio foi afastado pela Câmara em 2014.

O vereador Sílvio Sommavila (PV), que assume a presidência do Legislativo em 2016, destacou a sintonia de Fábio e Zé. "Cada um governou Tangará por 6 meses ano passado e mantiveram sintonia no governo", disse, e completou: “não tem argumentação nenhuma para votar contrário ao parecer da Comissão”.