terça-feira, 19 de julho de 2016

Eleições 2016: Partidos que foram ‘cabeça’ em 2012 deverão ser coadjuvantes em 2016

As convenções partidárias começam nesta quarta-feira, 20, em todo o Brasil. É nelas que serão escolhidos os candidatos a prefeito e vereadores em cada município. Em Tangará da Serra, o cenário que se desenha demonstra que será bem diferente do apresentado em 2012.

Partidos considerados grandes e que foram protagonistas em 2012 deverão figurar como coadjuvantes em 2016. É o caso do PT e do PR.

O PT, em 2012, aos 45 minutos do segundo tempo, emplacou o professor José Pereira Filho, o Zé Pequeno (PT) como candidato a vice-prefeito de Fábio Junqueira. Hoje, o PT, em função do desgaste ocasionado pela série de escândalos no cenário nacional, inclusive com o impeachment da presidente Dilma Rousseff, não passará de um coadjuvante.

O PR, partido que lançou em 2012 Rubens Jolando como candidato a prefeito, deverá ficar em segundo plano, como composição nos blocos que se formarem. Apesar de contar com mais de 1.200 filiados o PR se contentará com a posição de coadjuvante e lutará para fazer um vereador.

Lembrando que o PR foi o partido que elegeu o ex-prefeito Júlio César Ladeia em 2008 e o deputado estadual Wagner Ramos em 2010 e 2014.

PSDB e PMDB deverão ser os únicos que manterão em 2016 o mesmo patamar de 2012.


Mas, política em tempos de campanha é um grande xadrez e as peças mudam diariamente. Vamos ver o que rola pelas próximas duas semanas, quem sabe alguma peça desse xadrez mude de posição.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.