quinta-feira, 12 de maio de 2016

40 anos: prefeito não conclui obras importantes como Praça da Bíblia, Hospital, UPA e Feira da Vila Alta

Obras importantes como a Feira da Vila Alta, da UPA, da Praça da Bíblia e do HM
ainda não foram concluídas. Prazos de entrega já venceram!
Tenho acompanhado nos últimos dias as comemorações oficiais do executivo pelo aniversário de 40 anos de emancipação de Tangará da Serra. A programação é vasta, começou no dia 02 de maio e segue até o dia 31. Como é de costume, nas festividades de aniversário ocorrem lançamentos de obras, grandes inaugurações e a tradicional Festa dos Estados.

Bem, em 2016 tem sido um pouco diferente. Primeiro, a Festa dos Estados, um dos mais importantes festejos da cidade não ocorreu e não ocorrerá este ano. A alegação do Município para o cancelamento deste evento é ‘economizar para investir na saúde’. “Sem Carnaval, sem réveillon popular e agora sem a festa dos estados”.

A programação inclui sete inaugurações. Uma delas já ocorreu: a inauguração da Unidade de Saúde da Família do jardim esmeralda, construída com recursos do Governo Federal.

As demais inaugurações ainda ocorrerão, mas só no final do mês. A primeira é a pavimentação da Avenida Virgílio Favetti, obra do ex-secretário de Infraestrutura Chico Clemente (PSB) que liga a Vila Alta ao Anel Viário. A segunda obra a ser inaugurada é do Centro de Convivência do Idoso, no Jardim Rio Preto. Uma obra de importância singular, mas pequena e que consumiu apenas 275 mil reais.

As outras quatro obras são academias ao ar livre: uma no bosque, outra em Progresso, uma terceira no Jardim Rio Preto e a última na Vila Araputanga. Por sinal, ainda estão sendo concluídas. Não sei se estarão prontas a tempo.

Nada de extraordinário, nada que tenha recebido grande investimento. Pouco para comemorar!

Mas cadê as obras importantes? Quando serão inauguradas? O Hospital Municipal e UPA 24 Horas, por exemplo, seriam inaugurados agora, no aniversário do Município, o prefeito Fábio prometeu no início do ano, mas não conseguiu concluir.

E a Praça da Bíblia, cuja obra deveria ter sido concluída em março? Também não conseguiu concluir ainda.

Pra completar, cito ainda a obra da Feira da Vila Alta, travada, parada e sem previsão de retomada e as obras do Parque Figueira, que ninguém mais comenta sobre elas.


Gente, tá faltando obra pra inaugurar, não tá? O povo quer ver inaugurações grandes, não de academias ao ar livre e bueiros celulares.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.