sexta-feira, 20 de maio de 2016

CEI da Palmital: Prefeito e secretário de Infraestrutura são ouvidos por comissão de inquérito

Momento em que o prefeito Fábio era ouvido pela CEI da Palmital
Começou na manhã desta sexta-feira, 20, as oitivas da denúncia envolvendo suposta utilização de máquinas da Prefeitura de Tangará da Serra em uma fazenda particular da região da Estrada do Ararão. Membros da Comissão Especial de Inquérito, a chamada CEI da Palmital ouviram nesta manhã o prefeito Fábio Martins Junqueira (PMDB) e o vereador Professor Vagner (PSDB).

Fábio foi ouvido obviamente por ser prefeito e automaticamente um dos alvos da investigação; já o Professor Vagner está sendo ouvido por ter sido um dos parlamentares que visitou in loco o local da denúncia.

O prefeito chegou à Câmara por volta das 10 horas da manhã e negou que tenha havido qualquer tipo de crime.

Hoje a tarde a CEI da Palmital, presidida pelo vereador Rogério Silva (PMDB), ouvirá o secretário de Infraestrutura Selton Vieira.

Serão ouvidos ainda o vereador Romer Japonês (PSD), um servidor público que trabalhou no local e o gerente da Fazenda Palmital.

A CEI foi criada para investigar denúncia de que máquinas da Prefeitura foram utilizadas para fazer benfeitorias em uma área particular da Fazenda Palmital, como moeda de troca a Prefeitura ganharia autorização para retirar cascalho do local. Outra linha investiga crime ambiental na retirada deste cascalho.

Ainda compõem a CEI da Palmital os vereadores Zedeca Ferreira (PMDB) e Maurizan Godoi (PSD).

A Comissão tem até o dia 05 de junho para expedir o relatório e apresentá-lo aos demais vereadores.

Caso a comissão confirme as irregularidades a Câmara deverá criar uma Comissão Processante contra a gestão Junqueira.


O vereador Sílvio Sommavilla (PDT), presidente do Legislativo, é o autor do pedido de abertura da CEI.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.