quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Feirantes querem revogação de lei que proíbe venda de bebidas alcoólicas

Vereador Coquinho: autor do projeto
Vereador Somma: autor da emenda
O que você acha de revogar ou anular a lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas na Feira do Produtor e na Rodoviária de Tangará da Serra? Você é Contra ou a Favor? Fiz esta pergunta a alguns feirantes e comerciantes da rodoviária esta semana, a maioria absoluta se colocou a favor da revogação. 

A Lei, criada pela Câmara Municipal, de autoria dos vereadores Weliton Duarte, o Coquinho, do PT, e Sommavilla, do PV, não caiu no gosto de quem ganha o pão de cada dia nesses locais. “Minhas vendas caíram pela metade”, me contou um deles. Foi Coquinho quem teve a ideia. A princípio valeria apenas para a Feira do Produtor. Todavia, uma emenda do vereador Sommavilla foi acrescentada e passou o texto a proibir o comércio de bebidas alcoólicas também na rodoviária.

Um desses comerciantes, que se sente lesado pela tal lei, me contou que já procurou vereadores na Câmara, inclusive irá atrás dos autores da lei e pedirá sua revogação ou anulação senão terá que parar de trabalhar, pois só tem amargado prejuízos desde que ela passou a vigorar a fiscalização começou. O mesmo reclamante disse que se sente injustiçado, pois até nos eventos públicos pode-se vender bebidas alcoólicas. “Se vale pra um tem que valer para todos”, defendeu.

O pedido de revogação ou anulação ainda não foi formalizado na Câmara Municipal, mas isso não deve demorar muito a ocorrer.