quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Grupo invade audiência pública que debatia hidrelétricas no Rio Juba, veja fotos e vídeo



Grupo no interior do auditório
Lucélia Andrade/Record
Cerca de 150 manifestantes do Assentamento Antonio Conselheiro, ligados ao MST, invadiram no início da noite de hoje o auditório da UNIC de Tangará da Serra, onde ocorreria audiência pública organizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e empresas de energia elétrica. Ao som de apitos, o grupo empunhava cartazes e faixas com 'dizeres' contrários a instalação de três pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) no Rio Juba, em Tangará da Serra.

Grupo no interior do auditório
Lucélia Andrade/Record
Após impedir a realização da audiência pública o grupo tomou a Avenida Brasil, no centro da cidade e utilizando os cartazes e faixas seguiram chamando a atenção dos moradores, pedestres e motoristas. Os manifestantes são contrários as PCHs alegando que trarão desequilíbrios ambientais e problemas sociais para a região, lembrando que o Juba é um dos principais formadores do Rio Sepotuba e, posteriormente do Rio Paraguai e do Pantanal de MT.

Grupo fez marcha pela
Avenida Brasil


Manifestação similar ocorreu ontem em Barra do Bugres, em audiência que tratava de assunto parecido, porém ligado a PCHs no Rio Sepotuba.

Veja abaixo vídeo gravado esta noite na Unic em Tangará da Serra:
video