terça-feira, 10 de novembro de 2015

Por que o Coquinho é do mesmo partido do vice-prefeito e faz oposição na Câmara?

Vereador Weliton Duarte, o Coquinho, do PT
Fiz essa mesma pergunta recentemente ao deputado federal Ságuas Moraes, do PT, que esteve em Tangará da Serra para uma visita oficial. O experiente político, que já foi prefeito de Juína, deputado estadual e federal, sabe muito bem como lidar com embates de poderes e com perguntas sagazes da imprensa, esquivou-se e deu-me uma resposta a altura: - Aí você vai ter que perguntar para o vereador, brincou a princípio, mas depois falou sobre a liberdade que é dada para os políticos de seu partido escolherem de que lado ficarão.

"As realidades locais muitas vezes tem essas diferenças que você não consegue explicar. Tem casos em que um partido nacional é aliado em Brasília e no local é o nosso maior adversário", disse. Fiz a pergunta ao deputado, um dos manda-chuvas do PT em MT, porque tento entender os motivos do vereador Weliton Duarte, o Coquinho, fazer oposição ao Executivo na Câmara Municipal, afinal de contas ele é do PT, partido do vice-prefeito José Pereira Filho, o Zé Pequeno, e da Dilma Rousseff, que tem como vice, o Michel Temer, que é do PMDB do Fábio Junqueira.

Não contente com a resposta do deputado perguntei-lhe se ele achava correto essa oposição de Coquinho. Ele, quase irritado respondeu: "Eu acho que se pudesse ter a unidade já que estamos na composição de governo seria bom. Mas algo deve tá acontecendo para haver essa oposição e eu não tenho como mudar. Eu sou da conciliação, sempre gostei de conciliação, sempre busquei procurar o entendimento, até porque temos boa relação com Fábio, Zé e com o Coquinho", disse ele.

Ainda não me contentei com a resposta e indaguei se ele achava que isso tinha que mudar. Ságuas me respondeu: "Acho que temos sim que reconstruir essa aliança, estamos tentando reconstruir, mas não posso intervir porque a questão é peculiar daqui", pontuou.

Bem, o Ságuas sabe perfeitamente os motivos dessa oposição de Coquinho ao atual prefeito, mas macaco velho se desvencilha e não responde. Eu continuo aqui tentando entender a razão que leva a tal desavença política. Dia desses vou perguntar ao Coquinho quem sabe ele me responde, não é mesmo.