segunda-feira, 13 de junho de 2016

Relatório de CEI será votado amanhã e após rasteira do PMDB, Rogério ficará livre para assumir em Brasília

Vereador Rogério Silva (PMDB)
O relatório da CEI da Palmital deverá ser apresentado, votado e arquivado na sessão desta terça-feira da Câmara Municipal de Tangará da Serra. O parecer do relator, vereador Rogério Silva (PMDB) está pronto desde o início do mês, todavia, não entrou na sessão passada do Legislativo.

Rogério afirma no texto que não houve crime ambiental e também não houve crime de utilização indevida de máquinas e servidores públicos em obras de recuperação de estradas rurais da região do Ararão, conforme sugeria denúncia formulada pelo vereador Sílvio Sommavilla (PDT).

Foram denunciados o prefeito Fábio (PMDB) e o secretário de Infraestrutura Selton Vieira.

Falando nisso, estava marcado para ontem uma conversa entre o deputado federal Valtenir Pereira (PMDB) e o vereador Rogério Silva onde seria definido se o tangaraense assume ou não a vaga de deputado na Câmara Federal, em Brasília.

Um imbróglio devido a própria CEI da Palmital impediu que Silva assumisse o cargo no início do mês. A expectativa é que a partir de terça, com o arquivamento da CEI, Silva possa assumir a cadeira no lugar do deputado Carlos Bezerra (PMDB). Dedos cruzados.

Uma fonte de dentro do próprio PMDB local me contou que uma articulação interna de membros do partido atropelou a posse de Rogério em Brasília. Isso porque se Rogério deixasse a Câmara, assumiria o suplente Wilson Verta (PSDB) o que no entendimento do PMDB poderia prejudicar o prefeito Fábio que ficaria, possivelmente, com um voto a menos no Legislativo. Isso poderia significar uma vitória da oposição no processo da CEI da Palmital.


Pode isso? Sim, em política pode tudo, até companheiros se ‘rasteirando’.

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Blog do Rolim.