sexta-feira, 8 de abril de 2016

Após 185 dias preso, Riva deve ser colocado em liberdade nesta sexta-feira

Ex-deputado José Riva
Reportegem
Mídia News

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu habeas corpus impetrado pela defesa do ex-deputado José Riva, na noite desta quinta-feira, 07.

O pedido foi feito pelo advogado do ex-parlamentar, Rodrigo Mudrovitsch, no dia 21 de março passado.

Por decisão do presidente do STF, Ricardo Lewandowski, o pedido de habeas corpus foi encaminhado ao ministro Gilmar Mendes, que o deferiu nesta quinta-feira.

O advogado Rodrigo Mudrovitsch disse que a defesa técnica confirma que a decisão pelo STF atendeu ao argumento de que  a liberdade do ex-presidente da Assembleia "não afronta a ordem pública e nem atrapalha a instrução penal".

Riva está preso desde 13 de outubro de 2015, quando foi deflagrada a segunda fase da "Operação Metástase", que investiga um suposto esquema de desvio de dinheiro da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.


A previsão é de que o ex-deputado deixe o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) nesta sexta-feira (8), data do seu aniversário de 57 anos.