quarta-feira, 6 de abril de 2016

Caos do Hospital Municipal se repete: criança toma soro em banco 'duro' da recepção do Mater Dei

Pai segura soro de criança deitada no banco
duro da recepção do Mater Dei
Reportagem
Lucélia Andrade

Dizem que uma imagem vale mais que mil palavras. E realmente deve valer mesmo. A prova disso estão nas fotos do caos registrado mais uma vez no Hospital Municipal de Tangará da Serra - o nosso antigo Mater Dei.

E a situação lastimável daquela unidade de pronto atendimento se arrasta por muito tempo, mas o problema não é resolvido.

A noite desta terça-feira foi mais um episódio daqueles que causam indignação, principalmente por quem aguarda por atendimento em condições precárias e desumanas. A imagem de uma criança tomando soro, deitada em um banco na recepção sem a mínima condição, choca, causa revolta.  E ela não foi a única. A Unidade estava lotada. Havia pessoas que tomavam soro de pé. Falta estrutura. Falta médico, falta humanidade.

O pai olha o filho deitado sem ter muito o que fazer: é visível a indignação estampada no rosto e o sentimento de tristeza por toda essa situação de caos, na Saúde de Tangará da Serra.


Mas e aí? Quando é que essa situação vai ser resolvida por nossa Administração Municipal? Somente quem já precisou de atendimento, sabe o transtorno que é!

Paciente deitado com soro no braço...isso na recepção do Mater Dei

Dezenas de pacientes se espremem em corredor apertado e desconfortável