quarta-feira, 9 de março de 2016

Minha hipótese: Janine Gruber está sentindo na pele o que fez no passado

Janine Gruber na capa do Jornal Diário da Serra desta quarta
Hoje, ao pegar o Diário da Serra vi estampado na capa uma reportagem com a ex-secretária de Educação e Cultura Janine Gruber, que solicitou ontem à Câmara, a criação de uma Comissão Especial de Inquérito(CEI) para investigar a conduta do atual secretário Adriano Fernandes e do prefeito Fábio Junqueira (PMDB) que a colocaram em disponibilidade sem aviso prévio.

Não entendi muito bem as denúncias e exigências da servidora, que agora está lotada no setor de Recursos Humanos da Prefeitura, mas depois de conversar e consultar algumas pessoas tenho uma hipótese para o caso: Janine Gruber está enfrentando a mesma berlinda que usou num passado bem recente. Eu explico.

Em 2015, depois de ter seu nome achincalhado pela Seduc e por parte da imprensa e da política tangaraense em função de uma denúncia de utilização indevida de um ônibus escolar, a também servidora da Semec Iolanda Garcia foi enxotada do quadro de servidores da Secretaria exatamente por Janine Gruber, que assumiu o cargo de secretária no lugar de Iolanda.

Primeiro, Iolanda, que era técnica de extremo respeito na Semec por mais de uma década, foi jogada no Centro cultural e depois foi parar na função de apoio pedagógico de uma escola municipal (sem demérito, mas com prejuízo ao seu histórico de gestão política na Educação local).

Não estou acusando Janine de tomar na época uma medida em depreciação de Iolanda e tampouco afirmando que o secretário atual esteja devolvendo à Janine uma ‘bala trocada’, mas entendo que as situações são parecidas e tanto Iolanda quanto Janine passam pela mesma eventualidade. Esta é a minha hipótese.


Todavia, ocorre que Iolanda, no auge de sua maturidade política aceitou o cargo que lhe foi dado e desempenha um grande trabalho por onde passa...sugiro que Janine, servidora de carreira de grande contribuição para Tangará, faça o mesmo ou apresente argumentos mais incisivos para a abertura da CEI, pois com estes que li no DS creio que os vereadores não se darão ao trabalho de criar uma comissão de investigação. É assim que eu penso!