sexta-feira, 4 de março de 2016

Tangará da Serra ganhou quase dois mil novos eleitores em apenas dois anos

Crescimento eleitoral foi de 3% entre
fevereiro de 2014 e fevereiro de 2016
Fotografia: Murilo Nicoli
Entre fevereiro de 2014 e fevereiro de 2016 Tangará da Serra ganhou aproximadamente dois mil eleitores. De acordo com estimativa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), em fevereiro de 2014 o Município tinha aproximadamente 61 mil e 200 eleitores cadastrados. Em 2016, mais exatamente no dia 31 de janeiro, este número já era de 63 mil e 46 eleitores. Isso representa um aumento de 3% no eleitorado em apenas dois anos. Sendo assim, Tangará da Serra possui o quinto maior colégio eleitoral de Mato Grosso.

Isso confirma a estatística de que Tangará da Serra foi a segunda cidade com maior crescimento populacional no mesmo período. De acordo com o IBGE, Tangará da Serra teve um crescimento populacional de 11%, apenas 2% a menos que a primeira colocada, Sinop, que obteve 13% entre 2012 e 2015.

Ainda sobre o crescimento eleitoral, Mato Grosso, com 3.205.486 habitantes, chegou a 2.213.494 eleitores em 31 de janeiro deste ano. Este número é 1,08% maior que o eleitorado de 2.189.703 inscrito nos 141 municípios, para votar no pleito de 2014. No período, Cuiabá registrou queda de 0,37%, caindo de 410.010 para 408.495. A redução na capital não está associada ao cadastramento biométrico facultativo, que não impede a contagem dos que o fizeram ou não.

O segundo eleitorado municipal é o de Várzea Grande, com 180.854. Na sequência decrescente, Rondonópolis, com 139.947; Sinop, com 86.109; Tangará da Serra, com 63.046; e Cáceres, com 61.329.

Na outra ponta estão os municípios com poucos eleitores: Araguainha, com 815; Serra Nova Dourada, com 1.243; Novo Santo Antônio, com 1.564; Ribeirãozinho, com 1.657; Luciara, com 1.701; Ponte Branca, com 1.710; e Indiavaí, com 1.794.