quarta-feira, 2 de março de 2016

O que será do PSD em Tangará da Serra com Wagner Ramos e Sílvio Delmondes?

Sílvio Delmondes, o PSD e Wagner Ramos, como ficam?
O anúncio de uma possível filiação do deputado estadual Wagner Ramos (ainda no PR) ao PSD merece uma reflexão: qual será o rumo do partido em Tangará da Serra já que um dos filiados por aqui é o empresário e comunicador Sílvio Delmondes? Isso mesmo, Delmondes é filiado ao PSD e disputou pelo partido em 2014 as eleições estaduais.

Não é segredo para ninguém que Ramos e Delmondes não se bicam, possuem rusgas antigas e diferem, e muito, no modo de pensar e agir. Enquanto apresentador do Balanço Geral e proprietário da TV Vale Record, Delmondes sempre denunciou e cobrou o deputado, que por sua vez também ataca e contra-ataca o comunicador - bem mais agora que está como apresentador na Rede TV.

Por muitas vezes os dois foram parar na Justiça, há casos já resolvidos e outros ainda tramitando.

Fico imaginando como seria uma reunião partidária com os dois, já não se bicam de longe – imagina sentados à mesma mesa.


Delmondes leu aqui no blog a notícia sobre a possível filiação de Ramos ao PSD e hoje pela manhã o questionei sobre como ficam as coisas e ele me disse: “Se o Wagner deixar o PR e vir para o PSD eu deixo o PSD e vou para o PR”. E completou: “Com a saída de Wagner e seu grupo entendo que o PR fica limpo, aí poderei, se o senador Wellington firmar um convite, como já me convidou no passado, ir para o PR, mas posso ficar no PSD, mesmo com Wagner aqui, para contribuir com as decisões dessa eleição”, pontuou. 

Lembrando que o senador Wellington Fagundes é do PR e possui relação política antiga com Delmondes. Fagundes já o convidou para ingressar no partido, mas a presença de Ramos afetou na época essa possibilidade. Agora, a situação é diferente e como bons estrategistas, tanto Delmondes quanto Ramos, saberão bem qual é o melhor caminho para cada um deles.